O calor e o sol forte em Fisciano, comuna italiana da região da Campania, província de Salerno, marcaram presença, nesta terça (2), no primeiro dia de treinos oficiais do futebol masculino da Universíade de Verão 2019. O time brasileiro jogou contra o Japão, em partida que durou uma hora.

Enquanto isso em Nápoles, os atletas da natação, fizeram seu terceiro dia de treinos. A atleta Jhennifer Alves, esteve na Europa há uma semana, onde ficou por 24 dias e participou de cinco competições. “Logo na primeira prova, bati o recorde sul americano de 50 m peito (30s42). Já na última, consegui baixar o tempo de 100 m peito, fazendo 1764 que foi bem próximo ao último recorde sul americano, que já durava já 10 anos.  Minha expectativa para a Universíade é a melhor possível. Estou com primeiro tempo em 50 metros peito, acredito que consigo manter e levar medalha pro Brasil”, comenta.

Para Iago Moussalem os treinos estão sendo bons. “O grupo está bem unido e conseguimos descansar da viagem já. A expectativa para Universíade é grande, pois tem muitos competidores bons. Ontem olhamos o start list e os brasileiros estão entre os top 10 e vamos brigar para entrar nas finais. Entrando nas finais, a chance de medalha é igual para todos”, garante Iago.

 

A equipe de judô também fez hoje seu terceiro dia de treinos. O atleta Guilherme Schimidt, garante que já está adaptado e preparado para sua primeira luta, que acontece na sexta-feira, dia 05. “Estou cortando peso, mantendo tudo certo e dormindo mais cedo para me adaptar. Faço meu máximo nos treinos para conquistar a medalha de ouro”, explica. O experiente Gustavo Assis, que participa da sua terceira Universiade também tem grandes expectativas. “Esperamos um nível altíssimo, poiso evento é muito importante. O trabalho que fizemos nos preparou bem. Tivemos tempo para nos adaptar e preparar. A equipe está bem tranquila, todos encaixados. Estamos treinando nos mesmos horários das competições”, finaliza Assis.

0 Comments

No Comment.