Quatro atletas brasileiros competiram hoje, 04, em Mostra D’Oltremare, e um levou bronze

As competições do Judô começaram hoje em Nápoles, com as categorias -70kg, representada por Aine Schmidt, +70kg com Sibilla Faccholli, -90kg com Gustavo Assis e +90kg com João Marcos. Os quatro atletas representaram o Brasil nesse primeiro dia de competição.

Aine e Sibilla perderam logo na primeira luta e não conseguiram voltar por repescagem. João também perdeu a primeira luta, mas passou por uma repescagem e, infelizmente, perdeu na segunda disputa.

O atleta Gustavo Assis (-90kg) conseguiu chegar na semi final, mas perdeu a luta. Na disputa suada pelo bronze, Assis garantiu a primeira medalha do Brasil na Universiade de Versão 2019 contra o atleta da Maldávia, Iure Mocanu. “Não tenho palavras, estou feliz com o resultado, com meu desempenho. Agora é acompanhar o resto da equipe, torcer e vibrar. Acredito muito neles, que por mais que sejam jovens, estão com muita vontade de vencer. Se preparem porque vem muita medalha por ai”, comemora Assis.

O treinador Mario Sabino, que esteve com Assis na Universiade de Verão 2015, e, juntos, trouxeram medalha, elogia o atleta. “Assis é muito determinado. Estou com sentimento de dever cumprido. Sabemos que está só começando. Essa medalha é de todos, não só do judô, mas serve para todas as modalidades acreditarem que é possível”, fala Sabino.

As competições do judô continuam amanhã, com a presença de mais quatro atletas: Gabriela de Moraes (-63kg), Ketelyn Nascimento (-57kg), Guilherme Schimidt (-81kg) e Lincoln das Neves (-73kg).

 

0 Comments

No Comment.