CBDU e Ministério da Cidadania discutem projetos do paradesporto

Após a criação do Departamento de Paradesporto, a CBDU segue olhando para a área e já planejando 2021. Reuniram-se ontem na sede da Confederação em Brasília, o Secretário Nacional do Paradesporto (interino); Erinaldo Chagas, a Coordenadora de paradesporto na CBDU; Natália Borges Xavier, o Presidente da CBDU; Luciano Cabral, o Vice-presidente; Alim Maluf Neto, e Alessandro Batiste Gomes, Diretor de Esportes e Eventos da CBDU.

O encontro apresentou a Coordenadora de Paradesporto da CBDU, Naná, ao Secretário Especial de Paradesporto, Erinaldo Chagas. Da esquerda para direita: Luciano Cabral, Alim Maluf Neto, Naná, Erinaldo Chagas e Alessandro Batiste Gomes. Foto: Paulo Salvador/CBDU

A pauta principal do encontro foi a apresentação de um projeto da CBDU para o paradesporto universitário, mas os presentes também discutiram sobre o paradesporto nacional e as iniciativas do Ministério da Cidadania, representado na figura do Secretário Nacional do Paradesporto. Erinaldo Chagas também aproveitou a ocasião para conhecer a nova sede da CBDU.

“Ficamos muito felizes também de ouvir do Secretário os projetos que já estão em andamento na Secretaria Especial de Esporte. A gente considera isso fundamental porque nós sabemos da grande quantidade de universitários que são pessoas com deficiência, que praticam esporte e que precisam efetivamente serem contemplados com um programa de esporte universitário por parte da CBDU e do próprio Governo Federal”, disse Luciano Cabral, presidente da CBDU.

Para a Naná, como prefere ser chamada a Coordenadora de Paradesporto, foi a primeira atividade oficial após sua posse. “Eu fiquei muito feliz e otimista com essa vinda a Brasília, (deixando claro ao tomar todos os cuidados necessários e prevenções também). A aproximação com a Secretaria Especial do Esporte é fundamental, pois temos muito a partilhar em experiências e competências. Eu espero que a participação das pessoas com deficiências possa ser expressiva para que haja ainda mais autonomia e integralização na sociedade. Entendendo que a datar dessa inserção, afetará positivamente na pluralidade social, em que as duas realidades independente que distintas, possam estar trabalhando juntas! Colaborando à equidade”, explica Naná.

Para a Secretaria Nacional do Paradesporto o encontro também foi positivo e cm boas projeções: “É uma satisfação visitar a, casa do Esporte Universitário onde tenho grandes amigos. Uma honra e satisfação poder conhecer a Natalia Xavier, coordenadora do Departamento de Paradesporto, uma excelente conquista para o paradesporto universitário nacional. Parabéns a CBDU pela Iniciativa! Nós entendemos, como governo e, principalmente, como Secretaria do Paradesporto, que a pessoa com deficiência deve estar inserida no esporte em todas as suas manifestações, e a criação de um departamento exclusivo na CBDU para tratar dos assuntos relativos as pessoas com deficiência, é de suma importância para a inserção social do grupo no mundo esportivo universitário”, afima Erinaldo.  O Secretário Nacional do Paradesporto (interino) ainda reiterou a parceria entre Confederação e Governo: “Acredito que podemos ajudar e trabalharmos juntos naquilo que todos nós queremos, que é o bem do paradesporto brasileiro”, conclui.

Por parte da CBDU, Naná também projetou o futuro e espera fomentar o movimento do paradesporto: “Quanto a expectativa, espera-se integralizar ao calendário a viabilização dos eventos acessíveis, como o retorno do JUBs, uma competição tão querida pela generalidade dos atletas do paradesporto e do convencional também. Espera-se que esses projetos possam entender a relevância do paradesporto universitário, viabilizando as verbas e assim nos sendo possível executar os eventos”, finaliza.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Vagas abertas na Universidade CBDU; últimas do ano!
Nota de pesar – João Alves Filho
Inscrições abertas para a CBDU Virtual Run
Desporto Educacional conquista duas cadeiras titulares no Conselho Nacional do Esporte
CBDU e Secretaria Especial do Esporte discutem calendário 2021