A Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) esteve presente, na manhã desta sexta-feira (15), no lançamento da Frente Parlamentar Mista do Esporte. A solenidade aconteceu às 10h, no Auditória Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. A CBDU foi convidada pelo deputado Júlio Ribeiro (PRB/DF), idealizador do projeto.

A Frente foi criada com o objetivo de preservar as normas constitucionais e infraconstitucionais com relação aos direitos e deveres de atletas, instituições desportivas, Conselhos Regionais e Nacionais do esporte, apoiar o estímulo a qualificação profissional dos atletas e profissionais do esporte e discutir e acompanhar a tramitação de propostas que ajudem a aperfeiçoar a legislação federal, estadual, distrital e municipal em relação à carreira.

O colegiado ainda irá atuar na proteção e direitos dos atletas e dos profissionais do esporte, no acompanhamento dos planos e programas governamentais como também do orçamento da União destinado ao esporte profissional e amador, além de discutir assuntos e proposições voltadas ao esporte como, a política, o plano nacional de educação física e desportiva e as normas gerais do desporto e da justiça desportiva.

Também estavam presentes na cerimônia atletas e representantes de confederações e federações.

“Reunimos aproximadamente 200 parlamentares que aderiram à ideia de criar essa Frente. É uma ferramenta que os atletas e presidentes de Confederações e Federações terão para chegar ao governo. Sabemos que a prioridade nunca é o esporte, a cultura. Se não tivermos pessoas engajadas que lutem por essa bandeira, o esporte vai ser sempre esquecido”, disse o deputado.

“A gente fala muito que a prioridade é saúde, educação, segurança, mas o esporte tem essa magia de englobar tudo. O esporte é saúde, o esporte é educação, o esporte é segurança”, completou.

Luciano Cabral, presidente da CBDU, explica a importância do projeto. “Passados os Jogos Pan Americanos, Copa do Mundo, Jogos Olímpicos, toda essa transição de governo, o novo formato do Ministério do Esporte que passou a ser uma Secretaria Nacional vinculada ao Ministério da Cidadania, é importante que seja refeita a discussão do esporte nacional com mais profundidade e amplitude dentro do parlamento.”

“A CBDU vê isso com uma expectativa positiva muito grande. Acreditamos que teremos uma possibilidade para aprofundar mais nas questões primordiais para o esporte brasileiro. A CBDU vem há um tempo levantando a bandeira de que é preciso rediscutir a matriz do esporte brasileiro, rediscutir o papel de cada instituição e principalmente ter no Brasil uma política de esporte que seja clara, objetiva e que principalmente promova o esporte em todas suas manifestações”, completa.

Projeto para o esporte universtário

O deputado Júlio Ribeiro tem em mãos um projeto enviado pela CBDU que preza pela obrigatoriedade de equipamentos e programas esportivos dentro das instituições de ensino superior.

A ideia é que tanto as instituições privadas quanto as públicas passem a ter essas obrigatoriedades de acordo com o número de alunos. Caso a escola seja pequena, ela poderá ofertar esportes como xadrez, esporte que pode ser jogado dentro da sala de aula. Já as instituições com um grande número de alunos deveriam, de acordo com o projeto, construir piscinas, quadras, campos, entre outros, para ofertar esportes como natação, vôlei, basquete e futebol.

A CBDU também espera uma interação entre o deputado e o MEC, para que o Ministério também torne obrigatório esses itens como critérios na avaliação anual.

Cabral explica a importância do projeto: “Nos últimos 10 anos, a CBDU tem como sua principal bandeira a obrigatoriedade das instituições de ensino superior públicas e privadas terem equipamentos esportivos e programas de esportes, essa medida é muito mais importante que a destinação de mais recursos. Recursos são sempre bem-vindos, até porque existem demandas, mas ajustar a base de fomentar verdadeiramente o esporte em sua raiz, trará um impacto muito mais significativo”.

Sobre o projeto, o deputado conta: “Estamos na fase ainda de formatação. Tivemos uma conversa muito importante com o Luciano [Cabral]. Foi uma ideia sensacional e já como membro da Comissão do Esporte, vamos lutar para que esse projeto seja aprovado para engrandecer o esporte no Brasil”.

 

0 Comments

No Comment.