Uma temporada esportiva é composta por inúmeras competições oficiais: etapas estaduais, regionais e nacionais, além das internacionais. Conforme as competições vão se aproximando, uma dúvida muito frequente vem à tona: como funciona o sistema de seleção e/ou convocação para essas competições?

 

Aquecimento da natação durante o 67 º Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) Etapa Final no Centro Olímpico de Natação. Foto: Jonne Roriz/Light Press/CBDU.

 

Para nos ajudar a entender como funciona todo o processo, conversamos com o Diretor de Esportes e Eventos da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Alessandro Battiste Gomes, mais conhecido como Juca.

Basicamente, podemos imaginar o programa de competições como uma pirâmide. Na base da pirâmide estão as Fases Estaduais. Em seguida as Fases Regionais e depois, as nacionais, com o JUBs Modalidades e o JUBs Fase Final. No topo da pirâmide estão o Pan-americano e os Mundiais, que acontecem em todos os anos pares. E o Sul-americano e as Universíades (de inverno e verão) que acontecem em todos os anos ímpares.

 

FASES ESTADUAIS

O primeiro nível das competições oficiais é organizado pelas Federações Universitárias Estaduais junto as Instituições de Ensino Superior (IES). Aqui, cada IES participante envia seu time de basquete, futsal, voleibol, handebol e demais modalidades para a disputa.

 

CONFERÊNCIAS REGIONAIS

Nessa etapa do calendário, o primeiro colocado de cada Fase Estadual disputa o título regional. Aqui, vale ressaltar que é somente para as modalidades de quadra: basquete, futsal, voleibol e handebol. As demais modalidades não passam pelas Conferências Regionais, saltam direto da Fase Estadual para a Nacional, por indicação ou classificação das Federações Estaduais.

Ao todo são 4 Conferências Regionais: Norte, Nordeste, Sul e Sudeste. De cada uma, são classificadas as 3 primeiras equipes de cada modalidade. Assim, para o JUBs Fase Final, são 13 equipes mais a da cidade sede.

 

FASES NACIONAIS

Todas as competições de caráter nacional são organizadas pela CBDU: JUBs Modalidades e JUBs Fase Final. Participam dos JUBs Modalidades (futebol, lutas, praia, rugby 7, futebol 7 society, basquete 3×3, raquetes e xadrez) os atletas/equipes selecionados pelas suas Federações Estaduais, visto que essas modalidades não estão presentes nas Fases Regionais. Já no JUBs Fase Final, participam os atletas campeões das fases estaduais e os times que venceram as Conferências Regionais.

 

Delegação universitária brasileira em Nápoles/Itália, durante a cerimônia de hasteamento da bandeira brasileira na Vila dos Atletas – Universíade de Napoli. Foto: Saulo Cruz/CBDU

 

INTERNACIONAL – MUNDIAIS, PAN-AMERICANO, SUL-AMERICANO E UNIVERSÍADES

Alessandro Battiste Gomes, Diretor de Eventos da CBDU, explica que o sistema de seleção de atletas para as competições internacionais varia, não é algo fixo. Como exemplo, ele cita que, em 2020 acontecerá o FISU America Games, o Pan-americano. Nessa competição, o Brasil será representado nas modalidades coletivas (basquete, futsal, voleibol) pelos times que ganharam o JUBs Fase Final de 2019. No futebol, participará o time que vencer o JUBs Futebol de 2020, que acontece em março.

Em outras modalidades, como atletismo e natação por exemplo, Alessandro esclarece que os atletas são selecionados de acordo com os índices. O Pan-americano estabelece os índices para a competição e a CBDU, junto com as Confederações especializadas das modalidades, seleciona os atletas universitários que detém as marcas necessárias. “Em outras modalidades, como tênis de mesa, badminton, judô e taekwondo, que vai ter no Pan-americano, e o karatê vai ter o Mundial, aí a gente estipula também que o atleta que for campeão desse ano, representa também o Brasil no Pan-americano. No xadrez também.”, afirma Alessandro.

Os exemplos citados acima constituem um dos formatos de seleção internacional de atletas. O outro é baseado em convocação: a CBDU escolhe uma comissão técnica e essa comissão convoca os atletas que irão compor a seleção brasileira universitária. “É o que nós faremos para o Mundial de Handebol, Futsal e Orientação”, finaliza o Diretor de Esportes e Eventos da CBDU, Alessandro Battiste Gomes.

 

E aí, atleta, deu para entender como funciona o sistema de seleção e convocação para as competições oficias?

 

Qualquer dúvida estamos à disposição!

0 Comments

No Comment.