Programa Jovens Voluntários – Por Andressa Antunes

Foto: Gabriel Lordello/CBDU

A manhã das semifinais do voleibol nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) foi agitada. Na primeira partida do dia, a equipe da casa perdeu por 3 sets a 1. As parciais do confronto entre a PUC – RJ e a UFES mostram o equilíbrio do jogo: 22 x 25, 25 x 23, 25 x 22 e 25 x 16, respectivamente.

Já a segunda semifinal feminina foi pura emoção. Com direito a tie-break e recuperação exemplar, as meninas da UPIS – DF venceram as goianas da UNIFAN por 3 sets a 2 com as parciais de 18 x 25, 26 x 24, 9 x 25, 25 x 18 e 15 x 11.

Enquanto a torcida empurrava os dois times, dentro de quadra, o jogo não foi fácil — com grandes passagens pelo saque, recuperação de placar e equilíbrio no set final, o confronto foi o mais intenso do dia e garantiu para a UPIS a vaga para disputar o segundo lugar da competição.

O momento mais tenso ficou para o final, no quinto set. A equipe de Brasília, que havia perdido o set anterior por 14 pontos de diferença, abriu o placar e marcou 5 pontos a 0 — mas a UNIFAN otimizou o seu bloqueio e empatou o placar. Com o embalo das torcidas e a pressão em quadra, o jogo foi disputado ponto a ponto, mas no fim a UPIS levou a melhor e foi vitoriosa.

Durante a tarde, na disputa entre as equipes masculinas, a Celso Lisboa – RJ garantiu a vaga do time para a etapa final na Bahia. Apesar do início equilibrado, logo a equipe carioca tomou o controle da partida sobre a Faculdade La Salle-MT e venceu o adversário sem grandes dificuldades, abrindo grandes vantagens e administrando o placar.

As parciais foram de 25 x 18, 25 x 14 e 25 x 13. Gabriel Oliveira, 22, estudante de psicologia do time carioca afirmou estar orgulhoso de sua equipe. “No ano passado nós deixamos nossa chance passar, então vencer o jogo de hoje foi essencial. O conjunto está de parabéns”, disse.

Na última partida do dia, o desfecho mais uma vez não foi favorável às equipes capixabas, com a vitória da UNIPAC – MG sobre a DOCTUM – ES. Mesmo com o apoio incansável da torcida local, a disputa dentro de quadra foi eletrizante e terminou em 3 x 2 para os mineiros.

Com grandes ralis, defesas precisas e ataques potentes, o primeiro set foi o mais equilibrado do jogo, terminando com a vitória da DOCTUM por 25 x 23. Já no segundo set, a UNIPAC reagiu e conseguiu uma confortável vantagem de 5 pontos logo nos primeiros minutos, administrando a partida e fechando a parcial com 25 x 20. No terceiro set, a equipe mineira se destacou ainda mais: com um bloqueio eficiente e alto rendimento no saque, virou o jogo e fez 2 sets a 1 com o placar de 25 x 17 sobre o time capixaba.

No penúltimo set, foi a vez da equipe da casa surpreender. Na reta final da etapa o time da DOCTUM chegou a abrir 8 pontos de vantagem, disparando no placar e animando a torcida presente — fechando o quarto set com o placar de 25 x 21. Mas a reação veio tarde demais, e, de virada, a equipe mineira atropelou os capixabas e fechou o tie-break por 15 x 5 garantindo a tão importante vitória.

Iago, levantador da equipe da UNIPAC afirmou que o time já alcançou sua maior meta. “Nós sabíamos que jogar contra o time da casa não seria nada fácil. Estamos felizes com a classificação para o JUBs, que era o nosso principal objetivo, mas o campeonato está só começando e nós viremos com tudo novamente amanhã”.

0 Comments

No Comment.