Marcado por muita tensão a equipe da Nilton Lins vence a equipe do UEPA na semifinal

Por Grasiely Santos (Programa Jovens Jornalistas)

 

 

O dia da semifinal de competições da modalidade Handebol da etapa norte dos JUBs, que aconteceu no Atlético Rio Negro Clube, foi bastante acirrado. O jogo entre o a equipe da Faculdade Nilton Lins, e a equipe Universidade Estadual do Para começou bastante disputado. O primeiro tempo fechou com 17×18, para a equipe do Uepa, saindo a frente do placar.

No segundo tempo os jogadores da Nilton Lins empataram com a equipe paraense, com o placar do fim do segundo tempo em 38×38, com mais dois tempos de prorrogação empatados com 43×43, iniciaram o 7 metros, e então a equipe da Nilton Lins passou na frente com 2gols.

O técnico da equipe vencedora – Ernesto Gomez Fernandes – ao ser entrevistado, falou sobre a rotina de treino que eles mantêm e a importância da obedecia dos seus jogadores, muito feliz com o resultado por ter sido um jogo muito disputado, mas ressaltou a qualidade do time contrario “ótimos jogadores, com bastante velocidade, com bastante sintonia em quadra, foi um bom jogo”.

Thiago Fonseca, 31 anos, goleiro do time manauara, falou da sensação inexplicável de ter sido destaque do jogo, pois foi com duas lesões recentes e ter tido o destaque e com o time na final é uma vitória muito grande, explica o goleiro.

 

Handebol feminino

Com muita garra e amor ao esporte a equipe da Faculdade Pitágoras consegue sua vaga na final do JUBS

As semifinais do handebol também foram movimentadas. O jogo entre o a equipe da Faculdade de Pitágoras do Maranhão, e a equipe Universidade Federal do Acre começou bastante disputado. O primeiro tempo fechou com 19×8, para a equipe do maranhense, saindo a frente do placar.

No segundo tempo as jogadoras do Pitágoras fizeram mais 14 gols, com o placar final em 33×17, garantindo ao time da Faculdade Pitágoras sua vaga para a final.

O técnico da equipe vencedora – Alexandre Muniz – ao ser entrevistado, falou sobre a dificuldade que tiveram em campo, de concentração e animo, mas que acredita que na final equipe irá atender todas as expectativas, embora finais sempre sejam difíceis, explica o técnico.

Anelite de Araujo, 23 anos, capitã do time maranhense, falou do significado do esporte que teve na sua vida, que já está desde seus 10 anos de idade, “o esporte é um significado muito grande na vida de cada uma de nós, uma de nós somos mães, trabalhamos e vimos no esporte uma forma de motivação”, explica a capitã.

E com grande destaque a jogadora Leandra Nascimento, n6, com 12 gols.

 

 

 

0 Comments

No Comment.