Programa Jovens Voluntários – Por Alícia Santos e Jean Nascimento

Thiago Parmalat/CBDU

 

Na última quinta-feira (08), foi dada a largada para o terceiro dia de competição nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) – Conferência nordeste, onde estavam na disputa por uma vitória as equipes do Aliança- PI contra o UNIATENEU-CE, UFRN-RN contra a UFS-SE e por fim a UFAL contra a UNINASSAU-PE, que por motivos técnicos o jogo foi transferido para o ginásio do colégio Intensivo.

ALIANÇA-PI X UNIATENEU-CE

Tendo início com um atraso de aproximadamente uma hora, por causa da quadra que se encontrava escorregadia, os times iniciaram o jogo com todo o vapor. O vapor foi tanto que, nos primeiros minutos do primeiro tempo, o camisa 10 da equipe piauiense recebeu o primeiro cartão amarelo. A cobrança foi feita pelo camisa 9 da equipe do UNIATENEU-CE que logo fez o placar subir, a arquibancada foi à loucura.

Os gritos eram “olha o pivô”, quando menos se espera mais um ponto. Era visível que a outra equipe não iria deixar passar, aos dez minutos do primeiro tempo a equipe UNIATENEU-CE já se encontrava com três pontos e, com muito esforço, o camisa 4 da equipe do Aliança fez o placar sair do zero. Faltando menos de cinco minutos para o final do primeiro tempo Lucas Malvino, camisa 11 recebe o primeiro cartão amarelo da equipe. Final do primeiro tempo: Aliança 13, UNIATENEU 13.

Apito avisa, início do segundo tempo. A torcida anima o jogo, ponto para a equipe do Piauí. Em questão de instantes o time piauiense estava perdendo, por diferença de três gols. Revertendo a situação o time do Aliança empata e logo após vira o jogo finalizando com o placar 32 a 28.

UFRN-RN X UFS-SE

Segundo jogo se inicia, a expectativa é grande, de um lado a arquibancada grita vai UFRN, do outro vai UFS, mas o que eles queriam mesmo não era apenas animar, eles queriam era bola na rede.

Atendendo as expectativas, bola na rede, ponto da UFS, em menos de dois minutos outro ponto, mas agora é do time adversário, os times se encontravam empatados.

Esse placar se estendeu por muito tempo, até que após várias jogadas o time do Rio grande termina o primeiro tempo com 5 pontos de vantagem.
Ao retornar, já no segundo tempo, mesmo com grande dificuldade, as equipes se enfrentam com grande voracidade, entre quedas e machucados, faltando 20 minutos para o termino do jogo, o placar era de 23 a 24.

Em toda a rodada o jogador Edmilson ou como também conhecido “Caixa” da equipe do UFRN se destaca entre os outros, um excelente jogador de agilidade espetacular.

Mas não é só ele que chama atenção, em sua despedida, Breno Castro da UFS, tentou de todas as formas junto com sua equipe mudar a situação atual, porém mesmo em meio a tanto esforço o time perdeu com uma diferença de 5 pontos, com placar de 37 a 42.

Ao término do jogo, Breno comenta: “Foi um jogo difícil, a equipe começou concentrada mas ao decorrer do jogo agente meio que se desconconcentrou e a equipe adversária soube aproveitar as nossas falhas, agente tentou, tentou até o final, mas não deu né? Fica só aquele gostinho que agente poderia ter se dado mais. Minha equipe é maravilhosa, mas parabenizo a outra equipe pois jogaram muito bem, estão de parabéns”.

Ao ser questionado sobre a vitória entre a equipe dos sergipanos, o jogador Marcelo da UFRN fala: ” sabíamos que seria um jogo difícil, mas agente sabia que se conseguíssemos controlar o ritmo do jogo e estabilizar essa aceleração deles, conseguiríamos abrir vantagem, inclusive foi isso que aconteceu”.

UFAL contra a UNINASSAU

Com a transferência de ginásio, as equipes se enfrentaram no ginásio do colégio Intensivo, e como se diz ” o jogo foi pau-a-pau”, em meio a esforços a equipe pernambucana consegue em questão de minutos abrir o placar no primeiro tempo com cinco pontos de diferença.

A correria era grande por parte da equipe adversária, a UFAL queria virar o jogo, mas só o camisa 8, Cleber Silva da equipe da UNINASSAU fez 8 pontos.
Outros jogadores que também merecem destaque e o camisa 3, Marcos Guimarães também da UNINASSAU  e o jogador Jorge Oliveira da UFAL com sete pontos durante a jogada.

Com diferença de 20 pontos, a equipe pernambucana vence com 42 à 20 para a equipe alagoana que perde mais uma vez.

No handebol feminino também foram definidas as equipes classificadas para as semifinais, nessa quinta-feira (8), no ginásio do Colégio Intensivo.

A primeira equipe a entrar em quadra foi a já classificada UNINASSAU-PE que enfrentou a UFS-SE, e venceu por 42 a 16. Destaque para Juliete França, que marcou 9 gols para a equipe pernambucana.

“Fizemos um bom jogo onde conseguimos encaixar tudo hoje, e vamos focar agora na semifinal, que é importante”, disse a camisa 10 do time pernambucano.

No segundo jogo da manhã as donas da casa, UFAL, fizeram o confronto direto com as meninas da UNIATENEU-CE.

A partida valia classificação para as duas equipes, e quem levou a melhor foram as cearenses que venceram pelo placar de 36 a 9 carimbando vaga nas semifinais.

Nesta sexta, a equipe pernambucana enfrenta a UNIFSA-PI, às 9:30. Já as meninas da UNIATENEU encaram a UFS, de Sergipe, às 11 horas.

Ambos os jogos acontecem no Ginásio do Colégio Intensivo, no bairro da Pajuçara, em Maceió.

O JUBs Conferência Nordeste é uma realização da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e Federação Alagoana do Desporto Universitário (FADU). Apoio local: Prefeitura de Maceió. Apoio: Kempa, Onza, Spalding e Super Bolla.

0 Comments

No Comment.