Equipes de basquete de todo o mundo se reuniram entre 15 e 18 de novembro em Xiamen, China, para a quarta edição da FISU 3×3 World University League Finals. Entre as 16 equipes nos campos masculino e feminino, a maioria passou pelas etapas de classificação dos torneios realizados na Oceania, Ásia, Américas, África e Europa, enquanto as duas equipes anfitriãs da China – Universidade Huaqiao e Universidade de Pequim – ganharam qualificação automática.

Quem representou o Brasil nessa competição foi o time da FAT Alagoas, campeões da modalidade nos Jogos Universitários Brasileiros  JUBs 3×3, disputado em Maio desse ano. Os brasileiros não conseguiram avançar depois da primeira fase, mas marcaram presença nos jogos contra Nova Zelândia, Irã e Uganda.

O universitário Luan Barbosa comenta a emoção de participar da liga:  “Acredito que representamos bem o Brasil, mostramos a garra do brasileiro, que não desiste nunca. Ouvir seu nome, o hino da sua pátria, olhar pro seu peito e ver a bandeira do Brasil… confesso que não segurei as lágrimas, tive a sensação de estar passando pelo mesmo momento que via os jogadores da seleção brasileira na hora do hino nacional, mais de 200 milhões de brasileiros representados por 4 jogadores! Sentimos esse peso, e foi uma honra carregá-lo. Apesar do resultado não ser como esperávamos, a próxima seletiva será em Maceió, em nossa casa, então vamos trabalhar para absorver tudo de proveitoso desse mundial e nos preparar pra novamente estar entre os melhores”, finaliza o atleta.

Equipe FAT – Alagoas representando o Brasil na competição

 

O 4º dia do campeonato foi um presente para os fãs de basquete, com quartas de final, semifinais e finais, todos acontecendo um após o outro. Outro atrativo vem do formato acelerado do basquete 3×3, feito sob medida para estudantes universitários e que está entre os principais eventos do programa esportivo da FISU (Federação Internacional do Esporte Universitário). A modalidade consiste no jogo entre dois times de quatro jogadores: três titulares e um reserva – frente a frente, em meia quadra.

As regras tornam o jogo mais rápido e empolgante. O basquete 3×3 está entre as novas modalidades a serrem disputadas nas Olimpíadas Tokyo 2020, juntamente com surfe e skate, em uma tentativa do Comite Olimpico Internacional  (COI) de aproximar a Olimpíada do público jovem.

 

Campeões da edição 2018

No evento que colocou as melhores equipes universitárias do cenário mundial em disputa, quem levou a melhor foram os anfitriões. Na competição feminina, Luchenhong Yang, da Universidade de Tsinghua, selou a vitória para sua equipe ao acertar uma cesta seguida de um bloqueio ao tiro de Viktoriia Kondus, da Universidade Vasyl Stefanyk, na Ucrânia.

Foto: FISU.net

 

“Nós tínhamos a convicção de que venceríamos”, disse Yang, um dos principais líderes econômicos de 22 anos depois do jogo.

A Universidade de Huaqiao não decepcionou na final masculina, já que fez a apresentação mais completa do torneio. Depois de ter saído atrás para a Universidade McGill, de Montreal, a equipe da casa diminuiu a velocidade de seus rivais canadenses com forte defesa. Eles então selaram com três tiros consecutivos do fundo do jogo, 21-15.

A Universidade Vytautus Magnus da Lituânia venceu o jogo masculino de medalha de bronze sobre a Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, por 21 a 16. “Estávamos um pouco frustrados e meio que perdemos a compostura nas semifinais”, disse Ernastas Sederevicius, do Vytautus Magnus. “Mas nos reunimos para ganhar o bronze.”

Foto: FISU.net

 

No jogo de medalha de bronze feminino, a atual campeã da Universidade de Cultura Chinesa venceu a Universidade de Ljubljana. “Precisávamos fazer um pouco melhor que hoje para jogar na final”, disse Chen Chen Huang, da Universidade de Cultura Chinesa.

No geral, foram quatro dias fantásticos para as equipes da China, que receberam os dois títulos, masculino e feminino. A quarta edição da Liga Universitária Mundial 3×3 da FISU trouxe à tona os melhores estudantes universitários do mundo e os holofotes brilharam em algumas futuras estrelas do jogo. Todo o torneio pode ser visto no FISUTV.

 

Basquete 3×3 no esporte universitário

A história da FISU no Basquete 3×3 remonta ao início oficial do esporte em 2010 – tanto o primeiro como o segundo Campeonato Mundial de Basquetebol 3×3 da Universidade foram atribuídos em Maio de 2011 às Federações Universitárias de Esporte da Sérvia e do Brasil, respectivamente. Em 2012 o campeonato aconteceu em Kragujevac (SRB) e em 2014 em Salvador (BRA).  No começo, a FISU desempenhou um papel ativo e ativo na promoção do basquete 3×3 em todo o mundo.

A primeira edição da 3×3 FISU World University League Finals foi realizada em 2015.