A Temporada 2018 dos Jogos Universitários Brasileiros ganhou um novo formato que vem sendo aplicado desde janeiro. A cidade de Maringá receberá, pela primeira vez, a fase final reformulada do JUBs. No novo campeonato, além de serem inclusos mais esportes, a qualidade da competição aumentou e o nível das equipes na fase final é, consequentemente, mais forte.

Em Maringá, serão disputadas 15 modalidades, entre individuais e coletivas. Entre elas estão as tradicionais provas de atletismo, atletismo paradesportivo, basquete, ciclismo, futsal, handebol, judô, natação, natação paradesportiva, vôlei e vôlei de praia, além dos jogos eletrônicos FIFA 2018, League of Legends e do JUBs acadêmico. A novidade esse ano é a inclusão do skate como modalidade, uma vez que o esporte entrou no programa olímpico e será disputado já em Tokyo 2020.

Além de valer título nacional, o JUBs fase final também serve como seletiva para os Jogos Universitários Sul-Americanos e para a Universíade, considerada a maior competição universitária do planeta.

Investimento

A estimativa é que o JUBs movimente 12 milhões de reais em Maringá. No setor de hospedagem, 20 hotéis serão ocupados no decorrer da competição. Para receber os Jogos, Maringá foi avaliada dentro dos critérios: estrutura, capacidade, economia e localização devido ao grande porte do evento. Outro fator chama atenção na escolha da cidade: a população é composta por cerca de 10% de universitários, um percentual alto comparado ao resto do país. A cidade pode, portanto, ser considerada uma cidade universitária.

Luciano Cabral acredita que a Maringá seja referência nacional e detentora de excelente infraestrutura para receber o JUBs 2018. “O Paraná é um dos estados mais importantes de nosso País, sendo um dos maiores em quantidade de instituições de ensino superior. Consideramos importante levar o maior evento do esporte universitário para Maringá e colocar o esporte educacional como pauta nas agendas de um dos principais centros de formação superior brasileiro. No mais, a cidade é bastante acolhedora, tem uma extraordinária relação com o esporte e contamos com apoio da Prefeitura, Governo do Estado e Ministério dos Esportes, fundamentais para realização dos Jogos deste ano”, complementou.