CBDU e Ciclismo Virtual Brasileiro estabelecem parceria para futuros eventos

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Curtiu a matéria? Deixe seu like:

Criado a partir de uma startup desenvolvida por especialistas das áreas de técnica, marketing, logística e live streaming, o Ciclismo Virtual Brasileiro tem como objetivo oferecer aos atletas a opção de se manterem ativos, através de competições virtuais de ciclismo, com percursos reais e alta tecnologia. O projeto permite que pessoas de todos os níveis possam treinar e competir, de qualquer lugar do globo.

Registro da etapa Salvador do GP Brasil de Ciclismo Virtual. Foto: Ciclismo Virtual Brasil

Diante dessa iniciativa e da grande expansão dos esportes eletrônicos no Brasil e no mundo, a CBDU reconheceu o ciclismo virtual como modalidade esportiva pertencente ao seu universo de atividades, e conferiu chancela e homologação à modalidade. Com isso, o Ciclismo Virtual Brasileiro estabelece uma nova categoria de competição: a universitária – que engloba atletas entre 17 a 25 anos, conforme regulamento especifico dos eventos.

“O reconhecimento de uma entidade esportiva como a CBDU demonstra a credibilidade para o fomento desta nova modalidade desportiva que une um esporte outdoor, no qual o atleta possui uma grande importância, com o mundo virtual, onde a inovação está sempre presente”, afirma o porta voz da iniciativa.

Além da CBDU, as competições do Ciclismo Virtual Brasileiro também são reconhecidas e homologadas pela Confederação Brasileira de Desporto Eletrônico (CBDE) e pelo Consórcio Mundial de Esportes Eletrônicos – Wesco. Em 2020, foram quatro eventos – denominados GP Brasil de Ciclismo Virtual: Tour de Brasília, Belo Horizonte, Salvador e Rio de Janeiro. Já a temporada 2021 promete 3 novos destinos em relação a edição anterior: São Paulo, Serra do Rio Rastro e Florianópolis.

Na prática, para poder competir, um atleta precisa de um rolo de ciclismo; interativo ou tradicional, uma bicicleta, e um computador ou celular, para instalação do software da competição e também registro da prova, através de fotos e vídeos. Todas as disputas são asseguradas por um sistema antifraude, que utiliza de inteligência artificial. As competições são transmitidas ao vivo, de maneira simultânea, em plataformas de mídias sociais, e ainda contam com locução, imagens dos atletas, classificação em tempo real e interação com o público.

Demais né? Nós já estamos muito empolgados com essa novidade! E vocês?

+1

Compartilhe clicando abaixo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Trabalho em grupo e companheirismo são receita para a vitória no 5º dia de JUBs eSports
Acontece hoje a última rodada da etapa classificatória do LoL no JUBs eSports 2021
Glossário League of Legendes, conheça as gírias do jogo
Mulheres no esporte – Participação feminina em Jogos Olímpicos
Vitórias bem controladas caracterizam o quarto dia de JUBs eSports