(Foto: Divulgação/CBF)

Nos próximos dias, o mundo inteiro está de olho em um lugar: na França. Lá, acontece a Copa do Mundo de Futebol Feminino que, pela primeira vez, tem uma grande visibilidade pelos canais de televisão e pelo público em geral.

Entre as 23 jogadoras convocadas, duas já passaram pela Seleção Universitária do Brasil. A goleira Bárbara e a atacante Debinha participaram das edições de 2013 e 2011, respectivamente.

A pernambucana Bárbara tem 31 anos e iniciou sua carreira no Sport Club do Recife, onde jogou por 5 anos. A goleira também teve passagens pela Alemanha e Suécia antes de defender seu atual time, o Avaí/Kindermann (SC).

A primeira convocação para a seleção adulta veio em 2007 e desde então Bárbara participou de 4 Copas do Mundo, Pan-Americanos, Olimpíadas e Copa América, além, é claro, da Universíade.

Em 2013, a atleta participou da Seleção Universitária em Kazan, na Rússia, e conquistou a medalha de bronze. Na época, Bárbara era estudante de fisioterapia pela UNIP/SP. Hoje em dia, a jogadora cursa enfermagem em uma faculdade parceira do Avaí.

Já Débora – ou Debinha – nasceu em Brasópolis (MG) e é estreante em Copas do Mundo. Com 27 anos, a atacante tem passagens por alguns times do Brasil como Saad e Portuguesa, uma breve passagem pela China e, atualmente, defende o North Carolina Courage, atual campeão da liga norte-americana.

Em entrevista a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Debinha contou que gostava de jogar com os meninos e, por isso, se juntou com as amigas para montar o primeiro time feminino da escola em que estudava.

Debinha participou da Universíade de Shenzhen, na China, em 2011. Assim como Bárbara, também conquistou a medalha de bronze. Além da Seleção Universitária, a atleta já defendeu a Seleção Adulta na Copa América e nos Jogos Olímpicos.

Nossas estrelas universitárias entram em campo nesta quinta-feira (13), às 13h (Horário de Brasília), contra a Austrália.

0 Comments

No Comment.