COMPETIÇÃO DO JUBS ACADÊMICO TEVE SEU RESULTADO DIVULGADO NESTE DOMINGO

Competição do JUBs acadêmico teve seu resultado divulgado neste domingo

Kaio Borges Guerrero, estudante de Educação Física da UNICAMP-SP, foi campeão

Por Yuri Said – Programa Jovens Jornalistas

Comissão avaliadora durante apresentações. Foto: Be Nice

Na manhã de domingo, 22, ocorreram as últimas apresentações de trabalho na competição do JUBs acadêmico. Implantado em 2016 pela CBDU a nova modalidade é um espaço onde estudantes de instituições de ensino superior podem apresentar suas pesquisas científicas de âmbito acadêmico em objetivas apresentações com duração de doze a quinze minutos em formato de competição. O evento visa uma aproximação dos estudos científicos do esporte com a prática que ocorre no torneio.

Na edição de 2017, foram três dias de apresentações e 21 trabalhos científicos apresentados para duas comissões avaliadoras compostas por três membros cada. Na manhã de domingo foram apresentados os últimos quatro trabalhos acadêmicos. O Prof. da UNIVERSO-GO Willian Mendes da Costa, um dos avaliadores da comissão Araguaia, disse que é de fundamental importância aliar teoria e prática, e elogiou a CBDU pela iniciativa dizendo que isso gera ume evolução conjunta da Confederação junto com as Federações Estaduais. “Os trabalhos apresentados são de qualidade, tanto dos alunos que ainda vão se formar, quanto os que já estão no Doutorado. O nível foi muito satisfatório com possibilidade de crescimento para o próximo ano, até pela participação do público. Penso que a ciência e o esporte só têm a ganhar”, avalia o professor.

Na Comissão de Avaliação Araguaia, Kaio Borges Guerrero, estudante de Educação Física da UNICAMP-SP apresentou o trabalho “Relação entre o tempo de prática e ansiedade no basquete”, em que analisou os níveis de ansiedade que influenciam no rendimento de atletas de basquete universitário feminino nas competições. “Ter uma parte acadêmica conversando com a esportiva é muito importante para que os técnicos e atletas saibam o que eles estão fazendo, e os trabalhos são de cunho importante porquê muitos deles são aplicados ao esporte universitário. Conseguir mostrar e explicar o que eu estou estudando a nível nacional é muito legal, pois muitos técnicos e atletas vão poder tomar conhecimento do que eu estudo que é a ansiedade no esporte universitário”, disse Kaio.

Seguindo a mesma linha de trabalho, mas mudando de modalidade, Rafael Ferreira da Silva, aluno de Educação Física da UDESC-SC apresentou o artigo “Nível de atividade física e ansiedade pré-competitiva em paratletas de natação”. O estudante exaltou o orgulho de poder representar Santa Catarina na competição nacional. “O JUBs acadêmico vem com uma proposta muito boa para valorizar os estudos e os artigos que são feitos no Brasil inteiro e isso é de grande relevância para todo âmbito esportivo e do estudo que ainda está por vir. Isso vai fazer muito bem para o meio científico e futuramente para performance dos atletas que vão ser amparados por bons estudos de acadêmicos que vêm se esforçando neste meio, completa Rafael.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Universidade CBDU abre vagas por tempo limitado
Dia Nacional do Esporte Universitário
Nota oficial sobre a instituição da Comissão Nacional de Estudos
FAES promove campeonato online de eSports
JUBs eSports Challenge traz Free Fire como modalidade