Leandro Fróes recebeu o presidente da CBDU, Luciano Cabral, nesta quarta-feira, na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados

 

Luciano Cabral presenteou Leandro Fróes com uma camiseta da CBDU personalizada, a primeira oficial a contar com a nova logo da Confederação. Foto: Francisco das Chagas Alves de Medeiros/ME

O ministro do Esporte, Leandro Cruz Fróes, empossado no último dia 10 de abril, recebeu nesta quarta-feira, 18, o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral, para tratar sobre as novas regulamentações e decretos promovidos recentemente pelo Ministério do Esporte no âmbito do desporto educacional. No encontro, também estiveram presentes o presidente licenciado da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho, e o presidente em exercício, Robson Aguiar.

Leandro Fróes abriu a reunião reafirmando a importância do desporto universitário para o fortalecimento do esporte e da base de formação intelectual dos atletas. “Eu não tenho a menor dúvida da importância do desporto universitário brasileiro como uma ferramenta importantíssima de consolidação do esporte no Brasil. O nosso esporte universitário cresce ano após ano, com melhores resultados, maiores delegações, e o que é melhor de tudo, com mais e mais jovens participando deste importante instrumento de consolidação do esporte e, ao mesmo tempo, de transformação social através da educação”.

Novas regulamentações e decretos no âmbito do desporto educacional

Luciano Cabral, Antônio Hora Filho e Robson Aguiar reuniram-se com o ministro Leandro Fróes para colocar em pauta as necessidades específicas do desporto educacional no que diz respeito às novas regulamentações e decretos promovidos recentemente pelo Ministério do Esporte, como a participação de atletas no colégio eleitoral.

Robson Aguiar, Antônio Hora Filho e Luciano Cabral reuniram-se com o ministro Leandro Fróes na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados. Foto: Francisco das Chagas Alves de Medeiros/ME

“São questões específicas do desporto educacional que foram tratadas com o ministro e que a CBDU entende serem válidas, como a participação dos atletas em maior quantidade no nosso colégio eleitoral. Inclusive, já possuímos um representante dos atletas no colégio eleitoral, mas é preciso especificar e traçar o perfil que atende ao esporte universitário. No nosso entendimento, esse atleta deve ser um estudante universitário devidamente matriculado, que participe das competições do esporte universitário”, pontuou Cabral.

Com relação ao desporto educacional brasileiro, Luciano Cabral exemplificou como se enquadra a CBDU no sistema do esporte nacional:

“A CBDU, assim como a CBDE, são um misto entre Comitê Olímpico e Confederação. Somos Comitê na medida em que representamos o Brasil no sistema internacional, e somos gestores de toda a cadeia do esporte universitário nacional multidesportivo, onde falamos de um cenário de mais de 36 modalidades esportivas. E temos o papel de Confederação na medida em que fazemos a gestão das próprias competições, além de termos 27 Federações Universitárias Estaduais filiadas. Fazemos campeonatos brasileiros e regionais. Por isso, precisamos de uma redação que seja específica ao desporto educacional”, completou o presidente da CBDU.

Em homenagem e agradecimento ao apoio do ministro ao desporto universitário, Luciano Cabral o presenteou com uma camiseta da CBDU personalizada, a primeira oficial a contar com a nova logo da Confederação. “Este é um agradecimento principalmente ao tempo em que o ministro Leandro esteve à frente da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, do qual ele sempre foi uma pessoa que manteve um debate aberto com o desporto universitário e nos propiciou discutir questões como essas, que são fundamentais para a manutenção do esporte universitário brasileiro”, destacou.