Por Tânia Costa (Programa Jovens Voluntários)

Há silêncio no salão Rafaello do Hotel San Marco, porque hoje começaram as disputas entre as realezas universitárias. Jovens de universidades de 15 estados diferentes do Brasil encontraram-se para a primeira partida de xadrez.

Entre eles estão os campeões dos JUBs do ano passado: Thiago Dobuchak (18), estudante de Engenharia de Controle e Automação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Katiê Goulart Librelato (20), estudante de Educação Física da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Ao todo são 22 atletas femininos e 36 masculinos competindo na modalidade.

A primeira vitória do dia veio do time masculino, representado pelo estudante de Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Francisco Alysson da Silva (20). Francisco disputou contra Roni Ivaldo Gomes, da Universidade de Brasília (UNB).

Já a primeira vitória das meninas veio de Thauane Ferreira, estudante da Universidade Paulista de São Paulo (UNIP) contra Maria Emmanoele (25), estudante de Engenharia Química da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

No ano passado, Santa Catarina garantiu dois ouros, mas este ano a galera do Rio Grande do Norte está animada. Questionada sobre as expectativas dos jogos, Ruthiane Basílio (20), estudante de Direito pela UFRN, afirma estar esperançosa com as medalhas.

As partidas de xadrez vão de 23 a 26 de abril. O competidor que acumular mais vitórias até lá recebe a medalha de ouro. “Aqui é onde a razão e a emoção estão mútuas no silêncio. Um embate entre realezas, onde o mais estratégico dos movimentos vence”, afirma Saulo Cruz, fotógrafo que trabalha na cobertura dos jogos há 20 anos.

 

0 Comments

No Comment.