O ciclismo, afastado dos JUBs por 15 anos, voltou com tudo nessa edição de Maringá

 

Ana Luíza Vargas – Programa Jovens Jornalistas

Na tarde dessa quarta-feira (7), o Velódromo de Maringá conheceu os seus primeiros medalhistas. Com a corrida de perseguição individual, os seis competidores do naipe masculino e as duas competidoras do naipe feminino deram o máximo para alcançar seus adversários. Na prova masculina, antes da disputa, houve uma eliminatória para selecionar os quatro atletas que concorreriam às medalhas. Já na feminina, que tinha apenas duas atletas, a corrida foi pelo ouro.

Nessa competição feminina, houve pouca rivalidade entre as adversárias. As duas atletas competiram pela mesma universidade, a Unicesumar-PR. A vencedora da prova – com um tempo de 4 minutos e 28 segundos, Ana Paula Casetta, conta que é muito amiga de Bruna Lie Lenartowicz e que o incentivo para Bruna entrar na modalidade veio de sua família.

Bruna, por sua vez, agradeceu o apoio da família de Ana, que a encorajou para iniciar no esporte. “A Ana foi uma pessoa que me incentivou muito dentro do ciclismo e foi ela quem me colocou pra pedalar fora do velódromo também, junto com todo o incentivo da família dela”, explicou.

Ana Paula comentou, ainda, a importância da estrutura que Maringá possui para conseguir ter as competições e sempre estar em alto nível. “Maringá é uma das referências nacionais na modalidade. Temos escolinha de ciclismo aqui e a prefeitura também ajuda e auxilia na estrutura para o atleta, que são poucas no Brasil todo.”

No masculino, quem venceu e garantiu o ouro na primeira prova da modalidade foi o estudante de Educação Física da UEM-PR, Pedro Guilherme Rossi. Tendo representado o Brasil este ano nos Jogos Pan-americanos com apenas 18 anos, ele também é o recordista nacional dessa prova na categoria Juvenil e, por ser de Maringá, possui grande experiência. Maringaense, ele reforçou a importância de a cidade ser considerada uma escola de formação de futuros profissionais da modalidade. “É muito importante a introdução do ciclismo novamente nos JUBs, pois isso dá um incentivo para a modalidade que não é tão conhecida se tornar mais popular”, concluiu o vencedor da prova.

 

Premiação

Na manhã de quinta-feira (8), foram entregues as medalhas aos vencedores da prova de perseguição individual. Os atletas, que competiram na tarde de ontem, entram novamente na pista para tentarem conquistar o maior número de premiações possíveis. Esses mesmos competidores voltam ao velódromo, a partir das 16 horas, para correr as provas de 200 metros e de sprint.

Pelos resultados, deu pra perceber porque o ciclismo foi uma das duas modalidades escolhidas por Maringá para os JUBs 2018.

Os JUBs 2018 são uma realização da CBDU, em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer da Prefeitura Municipal de Maringá e da Federação Paranaense de Desportos Universitários (FPDU). Patrocínio CBDU: Correios. Apoio CBDU: Gympass e SuperBolla.  Parceria Institucional: Ministério do Esporte, Comitê Olímpico Brasileiro e Comitê Paralímpico Brasileiro.

 

RESULTADOS DO PRIMEIRO DIA

Feminino

1º lugar: Ana Paula Casetta (Unicesumar-PR)

2º lugar: Bruna Lie Adati Lenartowicz (Unicesumar-PR)

Masculino

1º lugar: Pedro Guilherme Volpato Rossi (UEM-PR)

2º lugar: Gustavo de Oliveira da Silva (Unicesumar-PR)

3º lugar: Celso Aparecido Alves da Silva Junior (UFU-MG)

4º lugar: Lucas Freitas da Silva Mendes (AAAUNB-DF)

5º lugar: Henrique Freire Prateado (AAAUNB-DF)

6º lugar: Jonathan da Silva Rocha (Uninassau-PA)